Curso de avaliação de impactos de projetos socioculturais – Inscrições abertas

Estão abertas as inscrições on line para o Curso de Avaliação de Impactos de Projetos socioculturais, realizado em parceria entre o Favela é Isso Aí e a Fundação Municipal de Cultura.

O curso nasceu como desdobramento do Seminário “Refletindo sobre as conexões entre Arte, Cultura e Transformação Social”, realizado em julho de 2015. Àquela época, representantes de mais de 30 projetos socioculturais se reuniram em Belo Horizonte para discutir sobre os impactos de suas ações em seus territórios de atuação e os benefícios efetivamente conquistados para o público atendido pelas atividades.

Uma das conclusões do seminário foi que era necessário capacitar os empreendedores e gestores de projetos socioculturais para avaliar os resultados e impactos de seus projetos, garantindo assim um melhor atingimento dos objetivos e maior eficácia na aplicação dos recursos.

Nesse sentido, o curso terá como objetivo introduzir instrumentos de avaliação dos resultados e impactos nos projetos e programas de cunho sociocultural, de forma a permitir uma melhor atuação junto a seus públicos-alvo e territórios de atuação.

Para tanto, vai ofertar capacitação na área da avaliação e monitoramento de projetos para gestores públicos e privados, empreendedores individuais ou coletivos.

O curso é gratuito – financiado através do Edital Descentra, da Fundação Municipal de Cultura e Fundo Municipal de Cultura de Belo Horizonte – e será oferecido em parceria com os Centros Culturais da FMC / PBH.

Está dividido em dois módulos básicos:

– O primeiro consiste na oferta de uma oficina, com 20 horas / aula – sendo 16 presenciais e 4 para acompanhamento à distância.
Serão repassadas aos participantes as principais técnicas e métodos utilizados para avaliar projetos e programas culturais e sociais; a construção de indicadores; a elaboração de questionários; a aplicação de pesquisas de avaliação e os métodos participativos, incluindo os beneficiários nos processos de avaliação.
Serão ofertadas quatro turmas desse curso, cada qual para 20 participantes, totalizando 80 atendidos pelo curso.

– O segundo, posterior, será feito em forma de consultoria a 10 grupos / projetos que participaram do curso e que apresentaram maior desenvolvimento de sua atuação e/ou maior necessidade de introduzir ferramentas de avaliação e monitoramento de indicadores em seus projetos. Cada grupo terá 6 horas de consultoria (presencial + à distância) para auxiliar a formatar seus questionários de avaliação e processos internos.

Serão quatro opções de data e local, com o mesmo conteúdo, a saber:

– EM MAIO – Centro Cultural Vila Santa Rita – R. Ana Rafael dos Santos, 149 – Vila Santa Rita, Belo Horizonte  – Dias 6 e 20/5, das 9 às 13h e das 14 às 18h

– EM JUNHO – Centro Cultural Alto Vera Cruz – R. Padre Júlio Maria, 1577 – Alto Vera Cruz- Dias 8 e 9/06, de 18 às 22 hs e dia 10/6, de 9 às 18h

– EM JULHO – Centro cultural Venda Nova – Rua José Ferreira Santos, 184, Novo Letícia – Dias 8 e 15/7, das 9 às 13h e das 14 às 18h

– EM AGOSTO – Centro Cultural Padre Eustáquio –  R. Jacutinga, 821 – Padre Eustáquio, Belo Horizonte – Dias 21 e 23/08, de 18 às 22 hs e dia 26/8, de 13 às 19h

Serão disponibilizados aos participantes: material didático e certificados.
Ministrante:

Clarice de Assis Libânio

Bacharel em Ciências Sociais com Habilitação em Antropologia e mestre em Sociologia pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG; Doutoranda em Arquitetura e Urbanismo – UFMG; sócia-diretora da Habitus Consultoria e Pesquisa Ltda.; Coordenadora-executiva da ong Favela é Isso Aí; autora do Guia Cultural das Vilas e Favelas de Belo Horizonte, entre outros livros; Professora da Pós-graduação em Gestão Cultural do Centro Universitário UNA; Professora do Curso de Elaboração de Projetos Sociais do CECAPS – UFMG desde 2012; Professora, entre 2003 e 2009, do Curso Pensar e Agir com a Cultura, do Observatório da Diversidade Cultural; Professora da Oficina de Elaboração, Captação e Gestão de Projetos Culturais da SEC/MG de 2005 a 2010; Professora do IEC / PUCMINAS na Pós-graduação em Gestão de Projetos Culturais, de 2011 a 2013; Gestora do Ponto de Cultura Centro de Referência em cultura Popular Urbana, da ong Favela é Isso Aí. Através do trabalho realizado no Favela é Isso Aí recebeu a Medalha Santos Dumont, categoria Prata, pelos relevantes serviços prestados à área cultural do Estado, além do Prêmio cultura Viva – 2010, primeiro lugar na categoria Organização da Sociedade Civil.

 

Para increver-se basta preencher o formulário no link

https://goo.gl/forms/Gkr90Jv6uZJCGRHn1

 

 

 

Todas as comunidades

Notícias

Logomarcas