Feira de Santana: Mostra da Diversidade Cultural divulga lista de pré-selecionados 2021

O Programa Belgo Bekaert Forma e Transforma contemplará 20 projetos nesta edição

A Comissão de Análise de Projetos e a coordenação da Mostra da Diversidade Cultural: Imagens da Cultura Popular disponibilizaram na última quarta-feira (04/08) a lista das 20 propostas pré-selecionadas para a edição 2021 do projeto. O Edital do projeto, realizado pela ONG Favela é Isso Aí e integrante do programa Belgo Bekaert Forma e Transforma, da Fundação ArcelorMittal, foi lançado no início de julho. Foram 191 inscritos, sendo 121 na Categoria II, para projetos iniciantes, e 70 na Categoria I, que abarca projetos realizados por proponentes experientes ou com reconhecimento público.

Para a atual edição foi formada uma Comissão, com a participação da escritora Mabel Velloso, a cantora Juliana Ribeiro, o diretor da Ong Favela É Isso Aí, César Maurício, e os jornalistas feirenses Caíque Marques e Elsimar Pondé. “Escolhemos pessoas competentes, conhecidas no município e reconhecidas nas áreas que atuam para analisarem com bastante carinho todos os projetos inscritos. Certamente vamos ter mais uma vez uma grande Mostra”, declarou Ana Paula Paste, Gerente de Gente, Cultura e Engajamento da Belgo Bekaert em Feira de Santana.

Dos 20 projetos escolhidos, sete são da Categoria I, e 13 da Categoria II, de acordo com os critérios do Edital. Nesta edição os proponentes tiveram a opção de inscrever o seu projeto na Categoria I, na qual precisava comprovar experiência ou reconhecimento público, com mais de cinco anos de atuação; ou na Categoria II, destinada a proponentes iniciantes, com menos de cinco anos de atuação na cidade. Esses foram alguns dos critérios e novidades do Edital 2021.

De acordo com Clarice Libânio, coordenadora da Mostra, “como o número de projetos de qualidade foi muito alto, foi preciso adotar critérios de classificação e desempate, entre os quais a diversidade de linguagens artísticas, a descentralização da produção cultural nos diversos territórios de Feira, a atuação em rede e a adequação ao perfil da Mostra”.

A partir da divulgação dos resultados os 20 projetos pré-selecionados serão convidados para reuniões individuais online com a coordenação da realizadora Favela é Isso Aí, para discutir ajustes nas ações que foram propostas e recolher documentos para formalização do apoio. Caso os proponentes pré-selecionados não concordem com as adequações sugeridas pela organização da Mostra, ou tenham qualquer documentação em desacordo, serão chamados os projetos suplentes em substituição aos primeiros colocados.

Em seguida, os selecionados iniciarão os preparativos para compartilhar as suas produções e receberão valores em dinheiro, de acordo com a sua categoria. Cada projeto aprovado na Categoria I receberá uma quantia de R$ 7.000,00 (sete mil reais), e os projetos aprovados na Categoria II R$ 4.000,00 (quatro mil reais), num total de R$101.000,00 (cento e um mil reais) em prêmios.

Ainda de acordo com o cronograma, a edição 2021 da Mostra ocorrerá até o mês de novembro, com a realização de duas etapas: a “Ação 1 – Mostra intermediária” com todos os projetos até o mês de outubro, e a “Ação 2 – Mostra final” com a participação obrigatória dos selecionados na Categoria I.

Ambas as ações da Mostra consideram o atual momento da pandemia da Covid-19, respeitando os protocolos de distanciamento e higiene, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) e decretos relacionados ao combate ao Coronavírus.

LINK: VEJA A LISTA DOS 20 PROJETOS CONVOCADOS

Sobre a Mostra
Realizada pelo Favela é Isso Aí, a Mostra integra o programa Belgo Bekaert Forma e Transforma em Feira de Santana desde 2016. A Mostra teve sua primeira edição em 2018 e foi pioneira ao lançar seu edital de emergência cultural no início de 2020, quando foram contemplados 46 projetos feirenses. Essas produções virtuais podem ser vistas através do youtube da realizadora (www.youtube.com/FavelaEIssoAi).

Em Feira, a primeira edição foi totalmente presencial, mas as edições seguintes precisaram ser adaptadas ao modelo híbrido, parte presencial, parte virtual. Durante a pandemia já foram 73 vídeos produzidos pelos participantes da Mostra, com mais de 20 mil visualizações, além de oito publicações, disponíveis para download na página do projeto https://www.favelaeissoai.com.br/mostra-diversidade-cultural/.

Deste as primeiras edições, antes da pandemia, cerca de 70 grupos culturais e iniciativas de Feira de Santana já foram contemplados nos editais da Mostra, com repasse de mais de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), atendimento às demandas dos artistas e grupos culturais deste município. 

A Mostra é uma realização da ONG Favela é Isso Aí, Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e Governo Federal e Belgo Bekaert Arames, viabilizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e faz parte do programa Belgo Bekaert Forma e Transforma, que busca promover ações de pesquisa, registro e difusão do patrimônio imaterial em Feira de Santana desde 2016.

Sobre o programa Belgo Bekaert Forma e Transforma
A iniciativa promove formação artística, empreendedora e estímulo ao desenvolvimento local por meio da arte e da cultura. Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento local e comunitário por meio da arte e da cultura, o programa promove ações de formação de artistas, gestores, empreendedores culturais, públicos e plateias. Valorizando e respeitando os saberes e os fazeres locais, o programa também atua com foco na democracia cultural, promovendo a descentralização de recursos financeiros, que são repassados por meio de micro editais com premiação em dinheiro. O programa busca dar oportunidade aos empreendedores e artistas de dinamizarem o aprendizado por meio da prática. O programa é viabilizado por meio das Leis de Incentivo à Cultura.

Sobre a Belgo Bekaert Arames
Com o objetivo de ser a principal empresa mundial em soluções de arame, a Belgo Bekaert Arames foi fundada em 1º de março de 1997, resultado de uma joint venture entre o maior grupo siderúrgico do mundo, a ArcelorMittal S.A., e o maior produtor mundial de arames, a N.V. Bekaert. Referência global na fabricação de aço, a ArcelorMittal está presente em 61 países, atendendo ao mercado siderúrgico com produtos de alta qualidade. Líder no mercado de arames, a N.V. Bekaert Arames possui mais de 130 anos de atuação, com presença em mais de 120 países, sempre aliando sua tradição ao avanço tecnológico constante. A Belgo Bekaert Arames é líder no mercado brasileiro de arames. Atualmente a empresa possui unidades em Contagem e Sabará, em Minas Gerais; Osasco e Sumaré, em São Paulo e Feira de Santana, na Bahia.

Sobre a Fundação ArcelorMittal
Criada em 1988, a Fundação ArcelorMittal desenvolve projetos sociais nos municípios onde as empresas do Grupo ArcelorMittal estão presentes, beneficiando cerca de 400 mil pessoas por ano. Alinhada com o propósito da empresa de criar um mundo melhor, a instituição investe na formação de crianças e adolescentes protagonistas do próprio futuro. Atenta às necessidades locais, a Fundação promove projetos nas áreas de educação, cultura, promoção social, esporte e saúde. Os investimentos são feitos por meio de recursos da ArcelorMittal ou incentivo fiscal.

Conheça a Comissão de Análise dos Projetos – edital 2021
Mabel Velloso – Escritora, poeta e professora, publicou mais de 30 livros, infantis, religiosos, biografias, poesias e crônicas. Muitos dos seus poemas foram musicados por artistas renomados. Mabel Velloso nomeia bibliotecas, salas de leitura e auditórios em vários lugares do país. Em 2013, seu livro Barrinho foi adaptado para o teatro e saiu vencedor do Prêmio Braskem. Atuou no Sarau Sotaque Baiano, na Caixa Cultural, por duas edições, participou da Fliquinha por duas vezes e foi curadora da Flipelô em 2017.

Juliana Ribeiro – Cantora, compositora e mestra em Cultura e Sociedade pela UFBA, pós-graduada em Arte e Educação pela Escola de Belas Artes/UFBA. Já assinou curadoria do Festival do Ilê Aiyê, Festival de Arte de Rua de Salvador, Festival do Malê de Balê, além de compor as comissões julgadoras do Festival dos Correios, Festival SESC/SENAC de Música, Festival Rádio Educadora, Escolha do Rei do Bloco Afro Os Negões, Prêmio Caymmi de Música, Arte em Toda Parte da FGM, Festival TIM de Música, Festival HYPE e apresenta a coluna musical “Clave de Sol” na Rádio Educadora FM.

Caíque Marques – Jornalista e produtor cultural. Atua na Notre Comunicação como social media e produtor de conteúdo. Fez produção do Circuito Cultural Belgo Bekaert, de teatro, por 4 anos. Produziu diversos shows musicais em praças públicas, teatros e casas de espetáculo em Feira de Santana, Salvador, Santo Amaro e Cachoeira. Trabalhou em exposições, congressos, micaretas e carnavais. Desde 2020 atua como produtor na Mostra da Diversidade Cultural: Imagens da Cultura Popular.

César Maurício – Bacharel em Belas Artes, com habilitação em Cinema de Animação. Especialização em Cine Documental Latino Americano pela ECIB – Escuela de Cine de Barcelona. Doutor em Arte Contemporânea pela Universidade de Coimbra, Portugal. É Coordenador artístico e coordenador executivo da ong Favela é Isso Aí. Diretor de mais de 50 vídeos, entre animações, documentários e videoclipes. Autor do livro Inflamável, com poesias, letras de música, desenhos e xilogravuras do artista. Vocalista das bandas Virna Lisi e Radar Tantã e compositor com canções em mais de 25 discos lançados.

Elsimar Pondé – Jornalista, radialista e apresentador. Atua nas rádios Jovem Pan Feira, Transbrasil e Rádio Sociedade da Bahia. Integrante do Feira Coletivo Cultural e da produtora Banana Atômica. Coprodutor do Movimento O Beco é Nosso, organizador do Chá de Conversa e Som e do Encontro dos Orixás. Já atuou como assessor de imprensa do Fenatifs, Festival de Fotografia do Sertão, Mostra Sesc de Artes – Aldeia Olhos D’Água e GAF – Grafitti Arte Feira, dentre outros. Integrante do grupo de profissionais de comunicação que escolhem os melhores discos da Bahia e do Brasil no site El Cabong.

Para obter mais informações sobre a Mostra, visite as redes sociais:
Instagram: @MostraCulturaFSA
Facebook: https://www.facebook.com/mostraculturafsa/
YouTube: www.youtube.com/favelaeissoai/videos
Site: https://www.favelaeissoai.com.br/mostra-diversidade-cultural/
Página com os resultados da pesquisa e livros de Feira de Santana: https://www.favelaeissoai.com.br/mostra-diversidade-cultural/territorios/feira-de-santana/

Todas as comunidades

Notícias

Logomarcas